CAT e Loja: concluídos

As obras que ergueram dois prédios na comunidade do Engenho II, no município de Cavalcante, GO, ficaram prontas no final do mês de maio de 2013. As construções fazem parte do cronograma de ações do Projeto Kalunga Sustentável, sob patrocínio da Petrobras através do Programa de Geração de Renda e Cidadania, que teve início na metade de 2011 e está entrando na fase de conclusão.

 

As duas obras do Engenho II tiveram início simultaneamente no começo do mês de março. Uma delas é o Centro de Atendimento ao Turista, que até então, era feito de maneira improvisada no barracão em frente à casa de um dos líderes comunitários do quilombo, Sr. Sirilo dos Santos Rosa. Este prédio possui um escritório com porta e janela, dois sanitários, um feminino e outro masculino, e uma ampla varanda com bancada de recepção e bancos.

 

A construção do receptivo com banheiros atende a uma reivindicação cada vez mais crescente do próprio turista do Engenho II. Através de uma Pesquisa de Satisfação do Turista, preparada pelo PKS, pode-se verificar que os visitantes gostavam de tudo o que viam, das belezas naturais, dos restaurantes, da receptividade, mas sentiam falta de banheiros adequados para uso antes ou depois de conhecerem os atrativos.

 

Já a construção da Loja para o comércio de produtos artesanais kalungas foi uma decisão da comunidade que não possuía um local adequado para expor os vários tipos de produtos que os quilombolas confeccionam. Entre eles, os kalungas são responsáveis por produzir a melhor farinha de mandioca da região, segundo os comerciantes. Além da farinha, fazem doces, compotas, conservas, paçoca da carne, paçoca de baru, artesanatos com palhas e linhas, sabonetes de tingui, ervas desidratas, mudas de plantas do Cerrado, entre outros.

 

Anexo ao espaço destinado ao estacionamento do Centro de Atendimento ao Turista foram instalados quatro totens de três metros de altura, com três lados cada, que contam parte da história kalunga. O CAT e a Loja, juntos, vão significar mais qualidade no atendimento ao turista do Engenho II, possibilitando o aumento da geração de renda daquela comunidade que cada vez mais abraça a vocação turística do Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga.

 

Deixe uma resposta