II Seminário: mobilização concluída

A equipe coordenadora do II Seminário de Ecoturismo, patrocinado pelo MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário) com apoio do Projeto Kalunga Sustentável e da Petrobras, concluiu a primeira das três etapas de execução do projeto que pretende dar continuidade à estruturação do receptivo turístico do Território Kalunga. Foram realizadas, ao longo de dois meses, cinco reuniões de mobilização com representantes dos diversos povoados que compõe o Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga. Além das reuniões, a coordenação realizou a contratação da equipe de apoio que conduzirá a formatação do Seminário nos próximos meses, inserindo esses dados no portal de transparência do Sistema de Convênios do Governo Federal.

 

Entre os dias 28 de janeiro e 1º de março de 2013 foram realizadas as cinco reuniões com lideranças das Comunidades Engenho II (Cavalcante), Ema (Teresina), Vão de Almas (Cavalcante e Teresina), Vão do Moleque (Cavalcante) e Monte Alegre de Goiás. Durante as reuniões, o coordenador do II Seminário de Ecoturismo, André Praude, apresentou o plano de trabalho e os detalhes da legislação de convênios contendo as regras do contrato de repasse de verbas do patrocinador. Na ocasião, também foram abordados os temas e possíveis palestrantes do seminário que deverá acontecer em meados de 2013.

 

Aprimorando o receptivo turístico

 

O II Seminário deverá ter o mesmo formato do primeiro que aconteceu em outubro de 2008, na Comunidade do Engenho II. Ele pretende reunir cerca de 200 quilombolas durante três dias para ouvir de especialistas sobre turismo, espécies do Cerrado e organização de comunidade, entre outras, orientações que agreguem qualidade ao turismo kalunga. Para a equipe do projeto, “será uma excelente oportunidade para todos os kalungas que trabalham com o receptivo turístico, seja como guia, como dono de restaurante ou lanchonete ou simplesmente para a comunidade, aprimorar o manejo com o turista, agregando informações sobre o povo Kalunga, o bioma Cerrado, e até mesmo a valorização da cultura kalunga como legado dos quilombolas para a construção do Brasil como nação”.

 

Os quilombolas que vão sair de suas comunidades de origem, irão se deslocar até o Engenho II, a 26 km do centro de Cavalcante, com o apoio do Projeto Kalunga Sustentável, patrocinado pela Petrobras. Eles deverão ficar alojados, durante os três dias de Seminário, em campings, casa de familiares e amigos. As refeições serão oferecidas pelo projeto.

 

 

Caso queira mais detalhes sobre este projeto, faça o download do Relatório de Execução de Atividades  (REA) da primeira etapa do II Seminário de Ecoturismo Kalunga clicando aqui.

Deixe uma resposta