PKS tem audiência com prefeito de MA

O Projeto Kalunga Sustentável, sob patrocínio da Petrobras, através de seus coordenadores Izabel Maia e André Praude, solicitou audiência com o prefeito do município de Monte Alegre de Goiás, Arlon Fulgêncio Taveira, para pedir auxílio da prefeitura no conserto da estrada de terra que liga a cidade ao Território Kalunga. A audiência aconteceu no dia 30 de abril de 2013, às 16 horas, na sede do executivo daquele município, e contou ainda com a presença do presidente da Associação Quilombo Kalunga, Sr. Sirilo dos Santos Rosa e de seu tesoureiro, Sr. Cezário Paulino da Silva.

 

O projeto tem uma obra a ser iniciada no Bairro Tinguizal e está paralisada devido às más condições da estrada por onde precisam trafegar os caminhões com material de construção. Trata-se da construção da Usina de Beneficiamento de Frutos do Cerrado para produtos de cosméticos, em especial, o sabonete de tingui e óleos derivados. “A obra só não foi iniciada porque está muito difícil chegar no Tinguizal com o caminho daquele jeito”, comentou Izabel Maia com o prefeito Arlon.

 

Na ocasião, o prefeito ouviu uma explanação sobre as ações do Projeto Kalunga Sustentável, feita pelo coordenador André Praude. Durante a exposição, o prefeito e sua assessoria puderam verificar os esforços da equipe em manter o cronograma de obras e resultados atualizado. Ele pode também verificar a grande abrangência do projeto na vida cotidiana kalunga, visto que atua nos três municípios do Território Kalunga: Cavalcante, Teresina além de Monte Alegre de Goiás, proporcionando geração de renda e cidadania.

 

Após ouvir as solicitações do PKS e do povo kalunga, o prefeito Arlon justificou que estava esperando o período das chuvas acabarem para consertar a estrada. Ele comprometeu-se em iniciar os trabalhos na estrada dentro de vinte dias, contando da data da audiência. “Vocês podem contar com os esforços da prefeitura e nem poderia ser diferente para quem tem um vice-prefeito kalunga”, referindo-se a Emanuel Edeltrudes que é membro da comunidade quilombola de Monte Alegre de Goiás e já foi assistente do Projeto Kalunga Sustentável.

 

Deixe uma resposta