Estágios para os Guias Kalungas

O Projeto Kalunga Sustentável e a Associação dos Guias do Quilombo Kalunga se uniram para proporcionar maior conhecimento sobre atrativos no entorno do Sítio Histórico aos guias do Engenho II. No início do mês de fevereiro de 2012, onze deles tiveram a oportunidade de conhecer e receber instruções de condução nos dois atrativos de Cavalcante mais visitados pelos turistas depois da cachoeira Santa Bárbara. No dia 8, os guias estiveram nas cachoeiras do Prata e no dia 9, nas Veredas.

A iniciativa dos coordenadores do Projeto Kalunga Sustentável, Izabel Maia e André Praude, teve como objetivo ampliar as possibilidades de trabalho e de geração de renda aos guias kalungas que sempre conduziram turistas somente nas cachoeiras do Engenho II: Santa Bárbara, Capivara e Candaru. Além disso, a expedição aos dois atrativos proporcionou maior conhecimento das potencialidades turísticas de sua própria cidade cujas cachoeiras muitos deles ainda não conheciam.

Nos dois dias de estágio, a equipe do PKS e os onze guias deslocaram-se nas primeiras horas do dia rumo aos destinos de onde retornaram somente à noite. Na Fazenda Ouro Fino, os condutores conheceram o complexo de 10 cachoeiras do Prata, rio que faz divisa com o Território Kalunga. Foi uma oportunidade ímpar para o grupo conhecer as novas trilhas criadas pela atual administração desta Reserva Particular de Patrimônio Natural, que registrou impacto nocivo em trechos de campo úmido ao longo da trilha anteriormente usada.

Prata: 10 cachoeiras visitadas

O atrativo Prata é considerado com nível médio de dificuldade devido à distância entre o local de estacionamento dos veículos e sua oitava cachoeira, a Rei do Prata: 8 km. A visita começou pela parte superior da Pratinha I, cartão postal do Prata, uma cachoeira com quatro quedas, uma ao lado da outra, neste momento impossibilitada para banho. Depois seguiram pela margem superior do rio,em Território Kalunga, até alcançar o chamado Campo de Marte, região onde o leito do rio possui pedras elevadas, arredondadas, em tons de alaranjado e em cujas crateras de diferentes tamanhos formam piscinas com capacidade para comportar turistas individual ou coletivamente.

O grupo seguiu para Pratinha II, III e IV fazendo paradas rápidas em cada uma delas, que possuem características diferentes e possibilidades de banho sob orientação. Este é o percurso mais visitado do Prata com cerca de 1,5 km de extensão. Dali seguiram para Pratinha V e depois para uma longa caminhada pela trilha, que também é um atrativo devido à diversidade de flora ao longo do caminho, até alcançar a Rei do Prata, considerada a mais bela das cachoeiras da localidade. Antes de iniciar o trajeto de volta, o grupo avançou até os mirantes das cachoeiras Urubu e Urubu Rei de onde tiveram acesso à vista das cachoeiras IX e X.

Veredas: 5 cachoeiras visitadas

Os coordenadores do PKS consideraram importante a realização do estágio na Fazenda Veredas, ainda que seja um atrativo distante do Território Kalunga mais de 30 km, por ser o terceiro destino mais visitado de Cavalcante. A equipe considerou que os condutores do Engenho II precisam ter o mínimo de conhecimento básico sobre os atrativos do município a título de informação para os próprios turistas. Nenhum deles havia estado na Veredas até aquela data.

O complexo de cachoeiras da Fazenda Veredas localiza-se a 6 km da cidade, sentido Colinas do Sul, no rio das Pedras. É um dos mais visitados pelos turistas devido à proximidade com Cavalcante, quantidade de cachoeiras e pela beleza das mesmas. Completar seu circuito é considerado uma tarefa de nível médio a difícil. Em seu percurso, há trechos em que o grupo avança por dentro do rio e outros sobre troncos de árvores, além do grande trecho de serra íngreme até chegar à cachoeira Poço Encantando.

Os onze guias kalungas conheceram a cachoeira Veredas, considerada a mais famosa deste atrativo, com uma queda de 80 metros além da trilha no meio do cânion com paredes de 100 metros de altura e cerca de 1,5 km de extensão. O grupo chegou até a cachoeira Véu de Noiva e, pelo adiantado da hora, iniciaram o retorno antes de escurecer e sem alcançar as cachoeiras Toca da Onça e Veredinha e os dois mirantes do cânion da cachoeira Veredas, cujas trilhas foram indicadas.

No final do estágio, foi aplicada uma avaliação de satisfação entre o grupo de guias e registrada 100% de aprovação da iniciativa do Projeto Kalunga Sustentável. A Associação de Guias do Quilombo Kalunga tem 80 guias cadastrados que deverão formar novos grupos em outras etapas de estágio em atrativos do entorno do Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga.

Deixe uma resposta